Qual é a diferença entre o óleo de girassol e o óleo de cártamo?


resposta 1:

Muitos de nós, em todo o mundo, usam e consomem óleo de girassol diariamente. Durante o dia, você almoçará ou jantar onde o óleo de cozinha foi usado. Então, se o consumimos regularmente, isso pode ser bom para nós?

Neste artigo, quero explorar os benefícios do óleo de girassol.

1.100% de óleo de girassol puro contém antioxidantes que aumentam a vida útil do óleo. É um ingrediente seguro que é benéfico para mantê-lo fresco por um longo período, sem causar danos a nós.

Colesterol zero. Escolha um óleo de girassol puro para se beneficiar disso. Apenas um óleo de cozinha que seja puro não conterá colesterol ruim. Geralmente é rico em gorduras poliinsaturadas e baixo em gorduras saturadas. Isso não significa que você deve adicionar muito óleo às suas refeições. Use o bom senso e use apenas a quantidade correta necessária.

3. Controle de Qualidade. Os fabricantes respeitáveis ​​garantirão que seu produto seja submetido a um rigoroso processo de controle de qualidade para garantir que o óleo seja 100% puro e seguro para o consumo. Esses tipos de óleo de cozinha também têm endossos de seus padrões de pureza e saúde.

4. Variedade de usos. Este óleo é um ingrediente tão versátil que pode ser usado para uma variedade de finalidades, como cozinhar, fritar, assar, assar e em saladas.

Custo 5.Low. O óleo de girassol está disponível durante todo o ano e há oferta suficiente para atender à demanda; além de seu baixo custo de produção a granel. Esses fatores contribuem para o seu baixo custo, para que seja facilmente acessível para a maioria das pessoas.

Há muitos benefícios para o óleo de girassol que você talvez não tenha percebido antes. Ao usá-lo com responsabilidade e escolher um óleo de cozinha puro, você descobrirá que ele pode beneficiar você e sua família.

Outras informações:

Telefone: + 86-371-5677 1823 TEL: +86 158 3826 3507 Skype: sophia.zang1

E-mail: [email protected]


resposta 2:

O principal aspecto para determinar qual óleo é melhor, uma vez que são muito semelhantes, seria decidir qual deles fica rançoso mais rapidamente. Muitos óleos de oliva, de canola, de sementes de uva, de girassol e de açafrão ficam rançosos antes de serem comprados. A exposição à luz e ao ar são as causas mais comuns desses óleos que ficam rançosos e se tornam instáveis. Quando isso acontece, esses óleos realmente aumentam os danos oxidativos e danificam essencialmente o corpo, aumentando coisas como inflamação e até diminuindo a sensibilidade à insulina, que pode levar ao diabetes.

O colesterol não é o problema aqui. É o fato de que os óleos líquidos à temperatura ambiente são frequentemente rançosos e instáveis ​​quando o consumidor os compra. Se você encontrar um azeite com cheiro de azeitona fresca, pode ter sorte. Se você sentir o cheiro das pílulas de suplemento de óleo de peixe e elas cheirem a ranço, em vez de peixe fresco, jogue-as fora, pois são inúteis e levarão a doenças.

Foi observado várias vezes que o óleo de cártamo pode ser rico em certos antioxidantes que ajudam a preservar sua frescura e afastar o processo de oxidação, que é o que faz com que o óleo fique rançoso. É provável que ambos os óleos sejam rançosos, a menos que você esteja comprando de uma fonte muito nova ou de uma que não tenha sido exposta a oxigênio ou luz.